Blog

Há mais de 30 anos, pesquisadores estudam atividades UFO em Guarapuava

23.março 2017

Um grupo de pesquisadores estuda há quase 30 anos atividades UFO (Unidentified Flying Object), em uma tradução livre ‘Objetos Voadores Não Identificados’, em Guarapuava. As pesquisas sobre o tema se legitimaram por volta de 1986, quando foi criada a Associação Alfa Ômega, com sede na Serra da Esperança. Atualmente, a associação está extinta, mas membros remanescentes do grupo ainda estudam casos de extraterrestres na cidade. O agrônomo Emmanuel Sanchez estuda estas atividades desde a criação da antiga associação. “A sede foi extinta por volta de 1996, quando vendemos o terreno para uma ONG de Prudentópolis. Depois disso, comprei uma chácara no Faxinal dos Fiuza e lá continuamos nossos estudos com reuniões periódicas”.

De acordo com Sanchez, na época da associação, cerca de 30 famílias moravam em sua sede, que tinha Escola Rural e Centro de Atendimentos. Atualmente, existe outro grupo de estudos sobre estes casos na cidade, denominado Rede Rahma, que possui cerca de 10 membros. Contudo, a rede é universal e tem adeptos em diversos locais do Brasil. “Em Guarapuava já tivemos várias provas de atividades destes seres. Há relatos até de abdução”.

 

Ainda de acordo com Emmanuel, anos atrás, pessoas que trabalhavam no aeroporto da cidade registravam pontos de luz que vinham de Prudentópolis até Guarapuava e quando chegavam perto da cidade desapareciam do radar. Para eles, este seria um dos indícios da presença de óvni na região. “Já tivemos vários casos também de pessoas que viram, assim como eu, naves voando na região. Em nossos encontros, também temos contato com estes seres e recebemos respostas deles. A intenção deles é totalmente pacífica e eles só não realizam contatos maiores com as pessoas porque elas ainda não estão preparadas para recebê-los, além das diversas atitudes que temos na Terra e que eles repudiam”.

A última experiência do grupo com seres de outro planeta em Guarapuava aconteceu, de acordo com Emmanuel, no dia 15 de agosto, às 16h30, no sítio em que eles realizam seus encontros. “Depois de um tempo eles começam a fazer contato com alguns grupos e avisam quando vão passar por determinado local”.

Hoje, a Rede Rahma possui um grupo no Facebook onde discussões são feitas sobre o tema. Quem tem o interesse em participar da rede, pode solicitar participação no grupo dentro da própria rede social.

Download WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes Free
udemy free download
download samsung firmware
Download Nulled WordPress Themes
online free course

Leia também

UM IMPACTO AMBIENTAL IMPORTANTE E BEM POUCO COMENTADO
25.março 2018

Esta questão tenho abordado em minhas aulas desde o ano de 2006. O documentário é recente e ilustra bem esta […]


EXPEDIÇÃO RAHMA A PARAÚNA – GO
6.fevereiro 2018

Por que realizar uma expedição?   “Uma viagem como essas só se faz com entrega e confiança nessa voz interior […]


Resumo Expedição a Aiuruoca e São Thomé das Letras MG
6.fevereiro 2018

  Em 05 de agosto de 2016 carregamos o carro com nossas barracas, mochilas e muita energia violeta e partimos […]


Vida Saudável
23.março 2017

Ter uma vida saudável não é apenas estar com a saúde em dia, mas viver com qualidade em todos os […]